A partir de 2 de janeiro de 2020, você vai contar com o INSS COOPERADO, uma ferramenta que permitirá a inserção de informações de retenções de INSS feitas por outras fontes pagadoras. Ou seja, em vez de entregar a documentação na cooperativa, você deverá inserir as informações no portal www.fencom.com.br. Não será necessário enviar o documento físico para a cooperativa.

Tudo foi pensado para que o processo seja simples, rápido e de fácil entendimento, facilitando ao máximo a inserção dos dados.

Vantagens do INSS COOPERADO:

    • Maior agilidade ao processo
    • Maior autonomia
    • Evita retenção e recolhimento do INSS além do devido
    • Acessível de computador, tablet ou celular
    • Facilidade no acompanhamento das informações
    • Redução da utilização de papel

Orientações importantes:

    • Para preencher o formulário, tenha em mãos o demonstrativo de pagamento da fonte pagadora com as informações: CNPJ, razão social, base de cálculo do INSS, valor de retenção do INSS e percentual de retenção.
    • Não será necessário enviar o documento físico para a cooperativa.
    • Tenha certeza da base de cálculo utilizada pela fonte pagadora para retenção de INSS.
    • Vale lembrar que a veracidade e a certeza das informações são essenciais, uma vez que você, cooperado, é o responsável pelas informações prestadas, inclusive perante os órgãos federais.
    • Você deverá lançar essas informações no portal até o antepenúltimo dia útil de cada mês.

Clique aqui para visualizar as orientações detalhadas do novo processo de cadastro de informações de INSS.

O processo é simples e autoexplicativo, mas, em caso de dúvida, entre em contato com a sua cooperativa.